28/12/18

Maria Estrela ― desafio 158

Centrada em Inês, Ana deixava esfriar novas atitudes. Tomara-as agora libertadoras.
Saiu porta fora para apanhar um pouco de ar, caminhou pelas ruas da vila até que o miar de dois gatos acabados de nascer a detiveram. “Como era possível alguém abandonar aquelas indefesas criaturas ali?” Tirou o casaco, embrulhou-os nele e levou-os consigo para casa. Limpou-os, deu-lhes leite e de seguida foi apresentá-los à filha Inês que ficou apavorada, mas rapidamente Inês mudou o seu sentimento.
Maria Estrela, 54 anos, Lisboa
Desafio nº 158 – acróstico de CEIA DE NATAL

Sem comentários:

Publicar um comentário