21/12/18

Natalina Marques ― desafio 158


CARAMBA,EMA IA APRESSADA. DEPOIS ENTROU NO AUTOMÓVEL TÃO ABESPINHADA, LEVAVA ​as malas e todas as coisas de que precisava, mas esqueceu as chaves.
Irritada, foi buscá-las, estavam em cima da cómoda, pôs o carro em marcha, e partiu a alta velocidade, na esperança de salvar aquela relação. Era a última oportunidade. Não demorou muito, estava de volta, tinha perdido o avião.
Pedro não a viu desembarcar, telefonou-lhe. Ema contrariada atendeu, ouviu perguntar do outro lado:
― Morreste?
― Morri.
Natalina Marques, 59 anos Palmela
Desafio nº 158 – acróstico de CEIA DE NATAL

Sem comentários:

Publicar um comentário