25/02/19

Maria do Céu Ferreira ― desafio 138

A menina e a rosa
A menina delicada
Olhou a rosa amarela
E cheirou inebriada
Aquele perfume dela!

Sentia-se fascinada
Pelas pétalas a abrir
Que vendo-a extasiada
Lhe disseram a sorrir:

― Menina doce, perfeita,
Tu és mil rosas a abrir,
És sonhadora e eleita,
És um jardim a florir!

És sedosa, perfumada,
Linda, doce, inteligente,
Ousada e requintada,
Bela como sol ardente!

Assim, a doce menina
Acolheu essa energia…
Brilhou como dançarina,
Deu asas à fantasia,
Tornou-se uma bailarina,
Amante de poesia!
Maria do Céu Ferreira, 63 anos, Amarante
Desafio nº 138 ― frase de Hemingway, dia do livro infantil

Sem comentários:

Publicar um comentário