26/02/19

Natalina Marques ― desafio 164


Não lhe saía da cabeça aquela imagem. Recordava-lhe a avó, a viagem dos pais em busca de sonhos realizados.
Esses sonhos se afundaram com o navio repousando no fundo do mar, onde uma linda sereia, em noites de luar, saudosas melodias vinha entoar.
― Queria tanto conhecer essa sereia, avó.
― Não te preocupes, meu tesouro, essa sereia sempre cuidará de ti.
A avó já não conta a história, mas sabe que uma estrela no céu olha por ela.
Natalina Marques, 59 anos, Palmela
Desafio nº 164 ― imagem de navio afundado

Sem comentários:

Publicar um comentário