28/04/19

Maria do Céu Ferreira ― desafio 169


Vantagem
Calei-me… Grande maldade,
Maléfica e depravada,
Pensei na enormidade
Daquilo que discordava…

Lembrei-me da insensatez,
Da verdade divulgada,
Mas tamanha mesquinhez,
Trazia-me amargurada!

Não era coisa qualquer
Era menos vencimento,
Não era eu a mulher
Que perdia no sustento.

Confrontei o diretor,
Senhor da autoridade,
Para dizer que Senhor
Implicava seriedade.

E não podia… Podia?
Pude sem grande alarido.
Toda aquela autonomia
Funcionava sem sentido.
― Chantagem, interrogou?
― Vantagem em perceber.
Repõe quem prejudicou
E ninguém irá saber!
Maria do Céu Ferreira, 63 anos,Amarante
Desafio nº 169 ― frase ao contrário

Sem comentários:

Publicar um comentário