04/04/19

Susana Silva ― escritiva 2

Gavetas fechadas, as panelas não aquecem, já nem o forno liga, os talheres de cartazes na mão "Não à exploração", "Queremos a reforma", "Merecemos descansar", a chaleira aos assobios, os testos a bater e a batedeira sem parar, até o robot aprendeu a falar: "Exigimos vinte e cinco dias de férias e descanso semanal".
É a greve geral na cozinha, veio até o Sindicato, vejam lá.
Vou aproveitar e vou-me juntar, hoje não vou fazer o jantar. 
Susana Silva, 37 anos, Carregosa
Escritiva nº 2 – greve na cozinha

Sem comentários:

Publicar um comentário