21/05/19

Grandes miúdos de hoje


Era Natal, e Natália irradiava espírito natalício. Preparava com todo o afinco as últimas sobremesas para a ceia, até que, distraiu-se meio segundo e queimou as rabanadas. Não tinha tempo para as refazer, mas não podia haver Natal sem elas! Saiu de casa apressada, contrariando a sua usual natureza pacata, e dirigiu-se à pastelaria mais próxima. Naturalmente, estava fechada. Correu a cidade, até pôs à prova a sua habilidade de natação passando o rio. Derrotada, voltou com sardinhas enlatadas e dois pastéis de nata.
Samuel F., 15 anos, Escola Secundária de Odivelas, prof Helena Gameira

Desafio nº 129 – palavras que vêm de NATA

Numa tarde de sol o senhor Figueiredo estava na sua horta a tocar fagote.
Quando ouviu um som estranho era a figueira a cair. Começou a escurecer e fez uma fogueira. Sentou-se a admirar as fagulhas.
No dia seguinte, pela manhã, comeu  muitos figos. Tantos comeu que lhe começou a doer o fígado.  Mesmo assim decidiu fazer uma fogaça no fogão.
Veio o neto que afagou,  o avô apagou o fogo que incendiava a cozinha e fugiu.
Iris R., 6º M, CPL/CED NAP, profs Elisa Ferreira e Sandra Gonçalves
Desafio nº 160 – plvrs com FAG, FIG, FOG, FUG


Sem comentários:

Publicar um comentário