12/08/19

Paula Castanheira ― desafio 181


Protegeu-se do sol que lhe violentava os olhos. Da noite dormida aos solavancos, trouxera a aflição de ser enterrada viva, em areias movediças.
Matilde entregara-se àqueles beijos que julgou de ocasião e mergulhou num mar de problemas.
Fez leitura errada.
Ele apaixonado e amigo.
Ela a deixar-se picar com o veneno letal da mentira.
Um farnel pesado, que lhe vergava a vontade de viver.
Procurou consolo no pelo creme e macio de Tobias, mas só conseguiu chorar!
Paula Castanheira, 55 anos, Massamá
Desafio nº 181 ― sequência imposta sem praia

Sem comentários:

Publicar um comentário