20/09/19

Maria Silvéria dos Mártires ― desafio 185


Invenções
Eram muitos tantos inventos
Sempre em cada instante
Que fiquei sem inspiracão
Para escrever poema idílico
À natureza estava implicito.
Que se tornou imprescindível
E não fiquei indiferente.
E assim muito indelével
num movimento quase impetuoso
Eu socorri aquele idoso
E livrei-o duma intempérie
Que estava mesmo iminente.
Sem querer ser inconveniente
Num abraço forte intrínseco.
Fomos os dois inteligentes
Abrigámo-nos sensatamente numa ilhota
Um poema surgiu imediatamente
Este meu companheiro inventou
Ser prosa e poesia imoral.
Maria Silvéria dos Mártires, Lisboa
Desafio nº 185 ― palavras com i

Sem comentários:

Publicar um comentário