26/11/19

Carla Silva ― desafio 180

O tempo passa
Apesar de continuar a mesma, algo mudou. A dor que me dilacera interiormente não desapareceu mas está mais ténue. O que não significa que esqueci. Acho que nunca esquecerei e às vezes dói, dói muito. 
Talvez porque o tempo parece não passar. Mas o tempo passa. Mesmo quanto tal parece ser impossível, mesmo quando se teima em permanecer no passado, ele passa. 
E aquele sorriso, ainda que breve, é a prova disso. Passa e leva algo consigo.
Carla Silva, 46 anos, Barbacena, Elvas
Desafio nº 180 ― 10 palavras do livro que estamos a ler