01/04/20

Carlos Alberto Silva ― desafio 203


Ela sabia que a sua decisão era um risco que corria, embora calculado. Queria ser livre, ao menos por uma noite. Passou o lápis pelo contorno das pálpebras e avermelhou os lábios. No espelho, parecia uma figura acabada de compor na tela de um pintor.
Pegou no pedaço de papel, desceu as escadas numa corrida e entrou no táxi. Quando se sentou na plateia do teatro, sentiu que passara uma borracha sobre o marasmo da sua vida.
Carlos Alberto Silva, 61 anos, Leiria
Desafio nº 203 risco + 6 palavras