25/05/20

Maria João Cortês ― desafio 205


O tempo estava de assustar as bruxas. Começou às sete da tarde com uma chuva diluviana, empurrada pelo levante. A minha gente, grandes e pequenos, estavam aterrorizados, parecia que o telhado vinha abaixo, os trovões e os relâmpagos a desfazerem-se ao longe sobre a terra.
telefone pifou, como costuma acontecer nestas situações.
Estávamos no limite das nossas forças.
No dia seguinte, verificámos, que várias árvores tinham caído, barrando a saída.
Estávamos prisioneiros na nossa própria casa.
Maria João Cortês, 77 anos, Lisboa
Desafio nº 205 ― sílaba TE

Sem comentários:

Publicar um comentário