20/06/20

Fernanda Malhão ― desafio 34

Evito passar naquela esquina, ou passo rápido e sempre a olhar pelo ombro. Porquê? Simples! Há sítios que devemos procurar evitar. Costumava estar ali uma velhinha, parecia estar sempre a ralhar connosco! Mas se parássemos para ouvir, estava era a aconselhar! Impossível esquecer as histórias que costumava contar e as frases que dizia:
― Os mortos são pacientes, mas quando vão atrapalhar o seu descanso! Nada os faz consolar! Eu sei o que acontece ali no cemitério!
Fernanda Malhão, 44 anos, Gondomar
Desafio nº 34 – grelha de 16 palavras obrigatórias

Sem comentários:

Publicar um comentário