31/07/20

Elsa Alves – desafio 59

Hoje parei junto ao prédio onde moravas. Onde, um dia, te esperei. NÃO sabia se estavas em casa. NÃO adivinhaste que eu estava ali. NÃO tínhamos combinado nada. NÃO toquei à campainha. NÃO te telefonei. NÃO havia telemóveis, então.  NÃO vieste à janela. NÃO desceste a escada. NÃO abriste a porta. NÃO nos encontrámos. NÃO era provável tal acontecer. Isso NÃO me desagradava: o que NÃO se espera NÃO nos desanima. Às vezes, ainda te espero assim.
Elsa Alves, 72 anos, Vila Franca de Xira
Desafio nº 59 – 14 vezes a palavra não

Sem comentários:

Publicar um comentário