30/07/20

Helena Rosinha – desafio 214

Pendendo sobre o peito, a LETRA inicial do seu nome. Era a única concessão que fazia. De resto, fugia de tudo que se relacionasse com LETRAS. Sem gosto pela leitura — que horror, tanta página de LETRA miudinha! — enveredar por Ciências foi a opção tomada. Mas, azar! Até nas fórmulas se utilizam LETRAS. Desistiu do curso, pediu dinheiro emprestado e montou um pequeno negócio. Feliz, a vida parecia finalmente encarreirar-se. Aí começaram a aparecer as LETRAS para pagar…
Helena Rosinha, 67 anos, Vila Franca de Xira
Desafio nº 214 – à volta da palavra letra»

Sem comentários:

Publicar um comentário