13/09/20

Fernanda Malhão – desafio 117

 À flor da pele

Desde cedo tentara esconder seus braços, sentia-se desconcertada com os olhares invasivos, e um pouco ofendida com os duros comentários que algumas pessoas faziam em relação às crostas teimavam em não desaparecer. Sofria em silêncio, escondida em mangas compridas. Sabia que o facto de não gostar do verão estava relacionado com de não poder andar a vontade de mangas curtas. A psoríase limitou também as suas relações amorosas, mas não a impediu de encontrar um amor verdadeiro.

Fernanda Malhão, 44 anos, Gondomar

Desafio nº 117 – uma história para ajudar a combater a psoríase

Sem comentários:

Publicar um comentário