13/10/20

Elsa Alves – desafio 118

Primeiro foi o susto. Bem grande. O choque veio, logo a seguir. Muito maior. Não conseguiu deixar de sentir uma tristeza profunda e um desapontamento enorme, perante o inesperado desfecho da relação. Pela estima autêntica que sentira por ele, pela amizade que julgara existir entre ambos. Houvera paixão. Amor?!? Assim julgara. Mas o desencanto instalara-se. As afinidades desvaneceram-se. Onde estava a ternura que acreditara eterna? E a sintonia de gostos? Absurdamente desaparecidas. Maldito homem!!! Nunca lhe perdoaria...

Elsa Alves, 72 anos, Vila Franca de Xira

Desafio nº 118 – associação de palavras

Sem comentários:

Publicar um comentário