12/10/20

Maria Silvéria dos Mártires – desafio 222

O TREVO

Vagarosamente e sem a mínima hesitação. Aventuro-me e sem olhar para trás 

Reinventei uma maneira prática para quando rastejava na alcatifa vermelha do salão.

Arrebatava tudo e conversando com o trevo de quatro folhas fazia pena atravessava com uma forte coragem de veterinárioExtravasava de orgulho e muita alegria. Virtualmente sentia-se útil e muito contente. Por mostrar ao mundo ser uma simples planta que mesmo em cima da alcatifa

Corria com velocidade e destreza mantendo sua beleza.

Maria Silvéria dos Mártires, Lisboa

Desafio nº 222 – palavras com VRT

Sem comentários:

Publicar um comentário