02/10/20

Maria Silvéria dos Mártires – desafio 201

Lucidez

Estou acordada e lúcida

E da mocidade lembrada.

E nem sempre esquecida

Das searas verdes e douradas.

Da aldeia e não da cidade

Recordo a vida de simplicidade,

E o meu bonito vestido lilas

Todo de bordado guarnecido,

E ali desfrutando daquela paz

Eu estava convicta e decidida

A conquistar a desejada felicidade

Assim como uma rosa que desabrochou 

E hoje não está adormecida

E vive alegre e a sua vida

É amor e poesia pois sonhou.

Maria Silvéria dos Mártires, Lisboa

Desafio nº 201 ― palavras com CID

Sem comentários:

Publicar um comentário