01/10/20

Dulce & Rafael – desafio 76

Num dia de primavera, sem nuvens e sem sinais de mudança de clima, Catarina já nem pensava em mais nada que mais lhe pudesse apetecer. Sentada sem nada dizer, sentia que ninguém a entendia. Fechada numa parede invisível, teimava em negar que precisava de alguém que aceitasse a imensa ternura que ela tinha para dar. Ela apenas precisava de um sinal de amizade que a fizesse sentir especial. Mas quem seria capaz de abrir uma alma assim...?

Dulce & Rafael, 59+12 anos, Almada & Amadora

Desafio nº 76 – escrever sem a letra O

Sem comentários:

Publicar um comentário