01/10/20

Natalina Marques – desafio 221

Passava por ali sozinho, naquela noite fria de inverno.

Viu aquela tampa de esgoto, fumegando, encolheu-se em cima dela, esperando que lhe aquecesse o corpo e alma. O corpo, porque era inverno. A alma, porque o destino levara-lhe tudo o que tinha, incluindo os pais, seu bem mais precioso.

Até que alguém parou. Levou-o, prometendo-lhe que o faria feliz para sempre.

De vez em quando, passa naquela passadeira, lembrando aquela noite fria de inverno, que jamais esquecerá.

Natalina Marques, 61 anos, Palmela

Desafio nº 221 – imagem da passadeira

Sem comentários:

Publicar um comentário