20/12/20

Desafio nº 229

No Natal é normal sobrar comida, aliás, o costume é comermos roupa velha com as sobras da ceia de Natal. 

O certo é que durante todo o ano há muitas sobras que não acabam na panela, mas sim no lixo e isto não pode continuar: temos de arranjar maneira de aproveitar em vez de desperdiçar, ou vamos continuar a fazer infelizes muitas e muitas sobras por esse mundo fora (para já não falar do planeta e das pessoas). 

Vamos a isto?

 

Já escrevi o meu:

 – Onde é que já se viu? Aqui metida com uma casca de banana, neste lugar escuro, húmido e mal cheiroso!

 – Desculpe lá a desfeita, senhora casca de ananás dos Açores!

 – Vamos lá controlar as queixas que eu começo a fermentar de raiva e não é nada bom para ninguém. Eu, que podia ter acabado no forno a gratinar por cima de um purezinho de batata bem gostoso...

 – Alguém disse batata? Será que me vão resgatar do lixo?

Paula Isidoro, Salamanca

Desafio nº 229 – não ao desperdício