30/09/21

Desafio nº 252

Desta vez, vamos dar-vos uma ideia de descrição de espaço, para vos servir de inspiração para a história:

 

Espaço entre quatro paredes, pode não ter teto, telhado, ou mesmo não ter chão. 

Criem o vosso espaço e contem-nos o que por lá se passou.

 

O meu texto ficou assim:

Encontrei-o inesperadamente, num lugar sem nome, entre quatro paredes, sem chão nem telhado. Estava sujo, tolhido e alheado. Provavelmente à espera da morte, num novelo emaranhado, feito de tristeza e fome. Ouvi-lhe um sopro de solidão, um quase rosnar de quem se vê mal-amado. Estendi a minha mão, num impulso. Estranhamente não mordeu e deu uns passos vacilantes na minha direção. Deve ter percebido que entre nós seria diferente. Passados vários anos, Buddy continua um companheiro dedicado.

Rosário P. Ribeiro, 64, Lisboa

Desafio nº 252 – entre 4 paredes