17/09/21

Fernanda Malhão – desafio RS 36

É um dia nada calmo. Ele está muito certo, anseia alegria, respeito, liberdade verdadeira. Já não quer lutar, gritar, rejeita críticas abstratas. Como mudar? Pensou imensas apáticas, estúpidas madrugadas. Eu fui logo atrás, tentei impedir.  Ela para, chora, depois desmaia. Gigante confusão! Drama cético, embuste, demasiada telenovela venezuelana.  Em fel puro, briga danada, intensa. Depois daquele devaneio, recíproca antagónica providência! Nos olhos fundos olharam! Daí saiu breve faísca. Fogo, calor, beijos, abraços, romperam barreiras. Um outro início…

Fernanda Malhão, 45 anos, Gondomar

Desafio Rádio Sim nº 36 – frases com palavras de nº de letras crescente