20/10/21

Desafio nº 254

«O bizarro mundo continua a girar.» É assim que termina o livro Homem na escuridão, de Paul Auster. 


E vai ser da mesma forma que começaremos as nossas histórias. Preparados? Toca a escrever.

 

Eu escrevi assim: 

O bizarro mundo continua a girar, indiferente aos nossos protestos. Para os humanos, andar de mangueira em punho a regar, ou será afogar?, o jardim é normal. Para nós, formigas, significa ter de sair apressadamente do formigueiro, levando provisões, pequenos rebentos de formigas, a rainha, tudo. Será que não pensam? Encaminho o carreiro aterrado para um novo sítio, ali longe, perto das pedras. Só espero que não haja aqui perto nenhuma planta fiteira a chorar por água.

Margarida Fonseca Santos, 60 anos, Lisboa

Desafio nº 254 – frase de Paul Auster