11 fevereiro 2016

Nunca estão satisfeitos

Estou cansado desta vida. Trabalho todos os dias, não tenho descanso e bem mereço umas férias. De manhã cedo, começa o meu serviço com as canecas de café que são umas ingratas e nunca me agradecem. Por vezes, ainda me sujam por vingança e eu nunca digo nada. Tenho um serviço difícil e dou tantas voltas durante o dia que pareço uma ventoinha. Mas, por muito que faça, nunca estão satisfeitos. A minha vida é mesmo ingrata.

Sara Catarina Almeida Simões, 28 anos, Coimbra

Desafio Escritiva nº 2 – greve na cozinha

Sem comentários:

Enviar um comentário