14 junho 2016

Uma questão de contas

Pedro tinha um vício caro. Gostava de jogar a dinheiro e não hesitou em tentar a fortuna. Ora, era óbvio: nunca teve jeito para matemática. Um preocupado amigo dele calculou quanto dinheiro já esbanjara ao jogo. Mesmo Pedro sentiu calafrios só de ouvir o montante. Com aquela soma já tinha comprado o seu carro de sonho. Desde agora, Pedro encara o seu vício matematicamente, e em vez de comprar bilhetes de euromilhões, adquire uma caderneta de poupança.
Theo De Bakkere, 64 anos, Antuérpia, Bélgica

Desafio RS nº 38 – a matemática dos dias

Sem comentários:

Enviar um comentário