03 fevereiro 2017

Achados e euros

Joãozinho esperava impaciente pelo sono, para que chegasse rapidamente o outro dia. Havia escavações arqueológicas no terreno ao pé da casa, e, se calhar, encontrar-se-iam também covas de três mil anos escondidas na quinta. Joãozinho relatou excitado à sua mãe o achado pelos arqueológicos de uma urna com nota de cem euros dentro. Coitado do João, enquanto ela explicou ao filho de oito anos como naquele tempo não existiam euros, entrou o cão com osso na boca.
Theo De Bakkere, 64 anos, Antuérpia, Bélgica

Desafio nº 115 – frase de Valter Hugo Mãe

Sem comentários:

Enviar um comentário