01 março 2017

Palmira Martins – desafio nº 116

Promessas
– Zé Júlio, anda cá abaixo! Depressa! Ó Zé?! Raios! Ainda me passo do coração!
– Credo, Maria. Que se passa? Que exagero!

– Roubaram-nos! Anda ver! O armazém ficou vazio!
– Calma! Não foi roubo, foi venda. Saldei a mercadoria na semana passada. Vou encerrar a loja.
– Como? O que dizes p´raí? E eu de cama, sem saber de nada…
– Era surpresa. Já merecemos umas férias…
– A nossa viagem… É agora ou nunca!       
 – Ai, Maria… Que remédio! Promessas são promessas.
Palmira Martins, 61 anos, V. N. Gaia

Desafio nº 116 – Zé Júlio sem T nem H

Sem comentários:

Enviar um comentário