19/01/13

Elisa


Elisa contava os dias para ir de férias. Há dois anos que trabalhava sem parar, por vezes fins de semana, já para não falar nas horas extraordinárias. Tinha marcado três semanas para a viagem de sonho. Um cruzeiro pelo Mediterrâneo. Mas faltava tanto tempo. 7 dias, mais 7 dá…
– Elisa! – ouviu o chefe. – Amanhã a Madalena entrará em licença de maternidade. Já sabe onde quero chegar, não sabe?
Se sabia! As suas férias eram apenas uma miragem.

Maria Jorge, Vila Franca de Xira