20/01/13

O despertar de Maria


  
Uma casa fechada, trancada, sem luz
Tudo nela escuro, sem vida, energia.
Assim, Maria escolhera viver, até morrer.
Até quando dormia, sua vida vegetava.
Uma noite, para sua surpresa sonhou...
Uma vozinha muito querida lhe soprou:

– Vai ser feliz, acorda Maria, acorda!
 Maria acordou, levantou, sentiu algo estranho.
Foi até a janela, a abriu!
Uma brisa, alegre e ligeira aparece.
 Parecia ter pressa em lá entrar!

Maria olha, sente o frescor.
Vê a luz!
Para vida acordou!

Chica, Brasil
Publicado aqui: http://chicabrincadepoesia.blogspot.pt/2013/01/o-despertar-de-maria.html