30/04/14

O remorso

Após anos sem voltar à sua cidadezinha natal, Pastorisa, ora ruiva, vestido curto, justíssimo, saltos altíssimos, novamente lá chegava.
O funeral de Dona Mariela, sua mãe, que falecera , aguardava sua chegada para ser enterrada.
Parecia fria, insensível. Fazia apenas presença e marcante: os olhares todos em sua direção!
Conseguira assim, o que prometera: Voltar “por cima”!
Acabado tudo, vai à casa da mãe!
Sozinha, vê o quadro, sua foto no colo dela!
Chora. O remorso corrói!

Chica, 65 anos Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil  

Desafio nº 65 – chamavam-lhe Pastorisa