13/04/15

O segredo

Certas noites, a velha, sentava-se junto ao GUARDA-LUME do fogão. Abria o GUARDA-JOIAS e contava histórias sobre elas. «Esta, punha-a quando passeava  debaixo do meu GUARDA-SOL...» «Aquela, usava-a nos bailes do GUARDA-MOR da  vila...» «Esta estava escondida no meu GUARDA-ROUPA. Deu-ma o GUARDA-LIVROS do meu pai, sem ele saber...» E assim desfiava a ladainha da sua vida. Quando chegava ao  anel, disfarçava «E essa, Avó?» «Já me esqueci...» Mas todos sabiam ser um segredo do seu coração!

Isabel Lopo, 69 anos, Lisboa

Desafio RS nº 24 – 6 palavras com GUARDA-