28/05/15

"O mal e o bem à cara vem // Quem vê caras, não vê corações "

O mal e o bem à cara vem... Quem vê caras, 
não vê corações.
Eis o meu dilema de sempre. Parece que toda 
a gente sabe como estou pela cara, aliás pensam 
que sabem. 
Hum... não estás nos teus dias, com essa cara... 
Irra, sempre a mesma coisa. Posso até nem estar mal, 
mas fico de imediato, com aquelas palavras "chave".  
Porque o que nos define é a essência, logo:
"quem vê caras, não vê corações"... Certo?

Maria Cabral, Azeitão

Desafio nº 90 – com provérbios contraditórios

Sem comentários:

Publicar um comentário