27/10/15

Dias diferentes

Era um dia triste, estava a chover muito e não ia sair da casa. Telefonei ao meu amigo e senti muita alegria porque ele queria vir a minha casa. Ele tem um novo videojogo que eu desejava ter. Fiquei zangado com ele porque não se lembrou de trazê-lo. Mas ele queria dar-me uma surpresa e trazia-o escondido, então senti tranquilidade. Agora em vez de estar triste, estou muito contente na minha casa e tenho preguiça de sair.

Marino Román Crespo, 21 anos, Salamanca, prof Paula Pessanha Isidoro
Desafio nº 45 – emoções por ordem alfabética


Sem comentários:

Publicar um comentário