15/12/15

Ser feliz

Sim. Não.
Três letras por igual.
Raiz é sim. Folha é não.
Como na árvore, a sensibilidade está na folha.
E tal como tudo o que é sensível, dói mais.
Ele sabe que NÃO é verdade. A mentira é que mais fere.
Portanto diz não.
Com a sinceridade da convicção.
Afirma e convence-nos de como é essencial.
É como numa regra matemática de três simples: fácil!
Não, está para ser livre, ser livre está para ser feliz.

Vera Viegas, 32 anos, Penela da Beira
Desafio RS nº 32 – a arte de dizer não