10/02/16

Desafio Rádio Sim nº 34

Vamos hoje usar uma frase de Mia Couto, do seu livro
«Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra»
É esta:
«O homem que vive em espanto deixa portas abertas no sonho.»
Que história vos surge ao ler isto? Podem usar a frase ou não.

Deixo-vos aqui a minha:
Vivia espantado, diziam. Não conseguia deixar de sentir que, a cada instante, o mundo se transformava de forma estranha, ou melhor, se transtornava de forma insana. Por isso, espantava-se com pequenas coisas, às vezes mesmo muito pequenas, como um sorriso trocado com carinho entre dois desconhecidos por nada, ou um abraço entre colegas depois de conseguirem, juntos, um feito. Por isso, sonhava muito. Sonhava com um mundo transformado sem transtornos, capaz entranhar, sem estranhar, uma outra sanidade.
Margarida Fonseca Santos, 55 anos, Lisboa
Desafio RS nº 34 – frase de Mia Couto
EXEMPLOS