30/06/17

António Matos ― desafio nº 113

O Pedro sonha com carreira artística.
Ser actor será fuga e orgulho.
Agradece a rota de saída dali.
De si, rato de carácter frágil.
Sempre sem encarar-se, podre na emoção.
Agradece o seu poder de interpretar.
Se puder deixar obra, fica contente.
Contudo, cada broa nocturna lhe chega.
Optar por essa fuga é característica.
A única porta que quer ver.
Mexer o rabo em direcção diferente?
«Parto tarde demais para outro olhar.»
É o hábito de sofrer.
António Matos, 31 anos, Lisboa

Desafio nº 113 – anagramas em frases de 6 palavras