08 novembro 2017

Elsa Alves ― desafio 37

Hoje sinto-me muito triste. Que estupidez enorme este sentimento!  O mundo ė lindo e o futuro pode muito bem ser risonho. Tenho este desejo profundo, íntimo: o futuro pertence-nos se virmos nele sonhos belos.
Isso só depende do que fizermos neste nosso presente. Discordo do filósofo grego que disse: "Infeliz é o espírito desejoso pelo futuro." Concordo que ele é incerto, como que escondido por um nevoeiro. Contudo, é bom, só por ser futuro. É o suficiente...
Elsa Alves, 69 anos, Vila Franca Xira

Desafio nº 37 – uma história sem usar a letra A

Sem comentários:

Enviar um comentário