28/11/17

Paula Castanheira ― escritiva 26

Sinto-me triste, quando vejo adultos a atiram pela janela do seu belo carro, a embalagem do pequeno-almoço, a deixarem na areia, a boa da beata, na mata, os restos não degradáveis do seu repasto.
Imagino como será a casa destes humanos. Também por lá, atiram o lixo para o chão?
Falo de falta de educação, de inconsciência, de desrespeito pelo próximo, de desprezo pela Mãe Terra!
Pessoas assim, são tantas vezes educadores dos adultos de amanhã. Medo!
Paula Castanheira, Massamá, 53 anos
Escritiva 26 – mistérios da natureza humana


Sem comentários:

Publicar um comentário