29/03/18

Isabel Sousa ― desafio 137


O burro apaixonado
Pela primeira vez,  o burro Benfeitor amava. De forma inesperada, a rosa vermelha tinha sorrido para ele. Pouco letrado, dizia: "Tenho um  isqueiro aceso no meu peito desde que a vi". Pediu, então, ao seu dono para a colocar entre as suas orelhas. Alegre, mostrou-lhe campos e vales, mas a rosa  murchou e morreu. Benfeitor ficou verdadeiramente arrasado. Como era inteligente, apesar de burro, finalmente compreendeu que amar é também respeitar a natureza de quem se ama.
Isabel Sousa, 66 anos, Lisboa
Desafio nº 137 ― rosa, isqueiro, burro

Sem comentários:

Publicar um comentário