29/03/18

Teresa Maria Simões Martins Caeiro ― escritiva 30


A Irene vem aí… sabes, aquela amiga ligeira e meio aérea que quando chega nos faz lembrar como é bom o calor e o sossego do lar. Tem um jeito desempoeirado e frenético, leva tudo atrás de si. Rodopia qual bailarina e se nos aproximamos obriga-nos a voar até sentirmos o ar gelado no rosto. Mas não é má, é por causa dela que nos aconchegamos em casa, espreitando-a na janela enquanto varre as folhas da rua…
Teresa Maria Simões Martins Caeiro, 59 anos, Lisboa
Escritiva nº 30 ― notícia boa


Sem comentários:

Publicar um comentário