18 maio 2018

Diário 77 ― 51 ― Não caio


Não era fácil andar com os sapatos de salto da mãe. E o colar quase lhe tocava os joelhos… E o bâton? Já comera metade… Sentia-se uma princesa.
Ouviu passos, ficou quieta – queria impressionar!
O pai, ao vê-la, hesitou.
– Não te mexas, Clarinha, vou tirar uma fotografia…
Obedecendo, fez uma pose. Mesmo a tempo de o pai evitar que se estatelasse no chão.
– Não é boa ideia subir para a cómoda, Clarinha.
– Eu não caio! – informou, orgulhosa.
Margarida Fonseca Santos


Sem comentários:

Enviar um comentário