24 maio 2018

Fátima Fradique ― desafio 132


Da plateia, assistia à peça. Via Roma. “Rota improvável”, pensava. Incapaz de se concentrar, via um ator de cabelo ralo, um tufo em jeitos de coroa de romã, fato caro, num banco de jardim, com um punhado de migalhas de broa que entregava a uma rola. Fora da história, ouvia a futura nora: Amor raro!”. Ao ver a ave voar, pestaneja e pergunta-se: “Mora com ela?! Orar é o que me resta! Levou-mo”. Terminou o primeiro ato.
Fátima Fradique, 44 anos, Fundão
Desafio nº 132 ― AOR + 1

Sem comentários:

Enviar um comentário