01 maio 2018

Francisco Miranda ― desafio 27


Num certo dia, num pinhal da companhia militar, caminhava o capitão-mor, encarregado daquele espaço, pelo qual sentia certo amor pessoal, quando encontrou um arbusto majestoso, verde e brilhante, com espinhos respeitáveis e pontiagudos. Mas no arbusto estava um acepipe que o oficial adorava: a amora. Utilizou o seu chapéu como cesto, recolhendo uma boa quantidade de amoras maduras e pensou que a sua namorada, que também amava aquele fruto silvestre, iria preparar um bolo para o jantar.
Francisco Miranda, 18 anos, 12º CT4, Escola Secundária José Saramago-Mafra, prof Teresa Simões
Desafio nº 27 – palavras que crescem (em anagrama)

Sem comentários:

Enviar um comentário