13/09/18

Marta Sousa ― desafio 38


Ana desconfiou do que via. Um anão no meio da adversa tempestade, a guiar o barco com destreza? Confusa, reparou no navio que chegava e no seu tripulante com corpo criança, mas cara de graúdo e barba hirsuta, a qual parecia evitar barbear. O que poderia vir fazer em local tão remoto e em dia de tempestade? Vencendo a batalha no mar, o anão conseguiu ancorar e Ana saiu do seu gabinete, desceu do farol para investigar.
Marta Sousa, 32 anos, Barreiro
Desafio nº 38 – partindo de uma frase, utilizar os pares de letras desta para o texto

Sem comentários:

Publicar um comentário