12/09/18

Paula Fialho Silva ― desafio 149

Durante o dia sou assistente técnica num serviço do Estado. Não podem imaginar quão aborrecido é o meu trabalho. Papeladas e mais papeladas que felicidade nenhuma me trazem. Mas à noite transformo-me! Sou personagem de romances, de policiais e de histórias de terror. Ambiciono ser a heroína de um romance histórico, quem sabe uma rainha poderosa e maquiavélica. Hoje sou uma assassina implacável capaz das maiores atrocidades. Infelizmente, quando acordar, voltarei à triste realidade de funcionária pública!
Paula Fialho Silva, 39 anos, Badajoz
Desafio nº 149 ― ficção e realidade

Sem comentários:

Publicar um comentário