30/01/19

Maria do Céu Ferreira ― desafio 161


Fagote
Da infância conturbada
De Agostinho José,
Restava mágoa passada
E aquele velho boné.

A avó que o criara
Fez das tripas coração,
Vendo rumo que levara,
Acabando na prisão.

O consumo de Heroína,
Vício tóxico demais,
Fê-lo roubar gente fina,
Deixando fisga e pardais.

Deixou campos, cereais,
Lagares de azeite da avó,
E passou muitos Natais
Em chão de mofo e dó.

Praticando roubo forte,
Comendo moscas e pão,
Tocava agora fagote!...
Essa mesma multidão
Dar-lhe-ia salvação?!...
Maria do Céu Ferreira, 63 anos, Amarante
Desafio nº 161 – 14 palavras com fisga

Sem comentários:

Publicar um comentário