30/01/19

Carlos Rodrigues ― desafio 162


Vinha distraída, pelo caminho das pedras, num dia em que a chuva parecia que não ia parar. O céu estava de um negro que lhe perturbava a alma. Ia ter uma reunião sobre medidas ao alcance de todos para salvar o planeta, logo num dia em que precisava era que a salvassem a ela. Mas à noite, quando chegasse a casa, iria ter o prazer de aquecer os pés gelados na lareira que teriam preparada para ela.
Carlos Rodrigues, 59 anos, Lisboa
Desafio nº 162 ― pedra, nuvem, terra e lenha como indutoras

Sem comentários:

Publicar um comentário