23/02/19

Theo De Bakkere ― desafio 164

No fundo do mar
O mergulho levou-me no fundo do mar, onde encontrei aquele barco misterioso do qual luz brilhava. Estaria habitado?
Através da escotilha vi uma fantasmagoria. Um cardume de néones que se encarregava da luz no camarote passou em frente meus olhos. Na cozinha caracóis limpavam copos, enquanto à mesa um cavalo-marinho arranjou uma jarra com anémonas. O chão arenoso foi arrumado por um caranguejo zeloso. No meio dessa azáfama, uma sereia, sentada numa ostra, cantava sua canção estupefaciente.
Theo De Bakkere, 66 anos, Antuérpia, Bélgica
Desafio nº 164 ― imagem de navio afundado

Sem comentários:

Publicar um comentário